segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Twittindios: O Encontro de Tuiteiros de Palmeira dos Índios





Neste sábado, 5 de novembro, foi realizada a primeira edição do Twittindios - o Encontro de Twitteiros de Palmeira dos Índios, com organização de atores sociais locais e participação do pessoal de Maceió, União dos Palmares, Murici, Delmiro Gouveia, Arapiraca e da própria cidade-sede. O evento se tornou marcante, dentre outras coisas, por se realizar na Casa de Graciliano Ramos (que se tornou museu com obras, objetos e cartas do autor). Organizar um evento característico do Encontro de Twitteiros na Casa do mestre Graça simboliza o fato de que, apesar do tempo correr e das tecnologias tornarem novas as relações das pessoas com a literatura (diante de Ebooks, audiobooks, o próprio cinema retratando escritos), a palavra continua sendo prioridade, seja enquanto lida ou enquanto produzida. Reencontrar os amigos Twitteiros também foi outro ponto marcante, além de conhecer novas pessoas. Como costumo escrever nos encontros que começam pela rede e se efetivam seja num movimento social, seja num evento de debates, as teorias fatalistas de que a Internet conduz à solidão caem por água abaixo. Nota-se cada vez mais a necessidade de as pessoas se manterem em contato, e o relacionamento que se inicia on-line só se torna completo quando há encontros práticos. Claro que isso ocorre quando é viabilizado, e os encontros de Twitteiros se interiorizando no estado contribuem muito para isso. Por isso, estou totalmente de acordo com o @lulavilar, quando este disse no Twitter que "este espaço nos leva a debates interessantíssimos pela honestidade intelectual e pelas divergências".


 Além de discutir temas que retratam o uso ético-estratégico do usuário do Twitter (@Marques_JM), as mobilizações sociais com enfoques dos movimentos praticados com o auxílio da Internet (@fleming_al), a contrainformação que a mídia horizontalizada permite (@lulavilar) e o poder de disseminação do Twitter e dos blogs (@redepandora), (temas recorrentes nos demais encontros) também foi ressaltado pelo professor @Edmilson_Sa (que eu tive o prazer de conhecer e assistir sua palestra) a importância e a necessidade de uso das TICs em relação à acessibilidade e inclusão social, como softwares e aparelhos de apoio à interação do usuário com a rede. São exemplos como esses que me fazem acreditar que, quanto mais se amplia os espaços de discussão em torno de um tema ou plataforma central (no caso o Twitter), a tendência é discutirmos temas novos e de igual importância dos que estão sendo comumente trabalhados.
Portanto, o #Twittindios conclui-se com resultados positivos e a perseverança de que outras edições ocorrerão, com um número cada vez mais elevado de participantes!
Indico os seguintes links para leitura da repercussão do #Twittindios:









    





Aí vai algumas fotos!

                       










4 comentários:

  1. Parabéns pelo evento! Muito bom mistificar que as Tics afastam as pessoas da realidade. Trata-se de um aparato a mais para mobilização, maior comunicação e informação entre as pessoas.
    \

    ResponderExcluir
  2. Meu caro...ótimas colocações! Sorte e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz de ter participado do Encontro de Twitteiros de Palmeira dos Índios, isso só reforça a importância das redes sociais hoje como veículos de transformação social. Parabéns a nossa turma União dos Palmares e Murici, por terem contribuido com o evento, como também a todos aqueles que lá estiveram presentes! Que venham os próximos encontros!

    ResponderExcluir